quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Exposição Oratórios e Crucifixos: Objetos que expressam fé e religiosidade

     foto: Protásio de Morais 



Oratórios e Crucifixos está em cartaz no Museu de Arte Sacra de Mato Grosso até dia 30 de outubro, de terça a domingo, das 09h às 17h. Em exposição, objetos de fé e religiosidade presentes na vida do povo mato-grossense desde os primeiros anos de colonização.


O público que visitar o Museu de Arte Sacra de Mato Grosso poderá ver de perto dez oratórios originais da antiga Catedral do Senhor Bom Jesus de Cuiabá, das Igrejas do Rosário e São Benedito e de acervos pessoais que foram doados ao MASMT. Juntamente com alguns desses oratórios, serão exibidas imaginárias e crucifixos da antiga Catedral. 



“As informações sobre as peças registram o uso, costumes e tradições; evocam hábitos e características, por meio da influência barroca, rococó e neoclássica, além da história da arte e da arquitetura que se revela no conjunto dos oratórios expostos”, adianta Sandra Barbosa, diretora do MASMT.



Dentre as peças em exibição, destaque para o oratório barroco em madeira recortada, entalhada nas colunas, vidro de cristal, com 1,59 m de altura, procedente da antiga Catedral do Senhor Bom Jesus de Cuiabá, demolida no ano de 1968.



Sobre Oratórios



Originária do verbo “orar” em latim, que significa "falar, dizer, pronunciar, prece e discurso" a palavra “oratório” possui sentidos amplos: como o devocional doméstico, evocativo de oração, gênero musical e até mesmo um estilo arquitetônico que designa local de reclusão. 



Cada religião tem seu histórico próprio para os oratórios. A arte cristã desenvolveu-se nas catacumbas romanas, onde era colocado um candelabro e pintado o símbolo cristão. Desde então, já faziam parte do comércio, entre, pequenas pinturas e imitações portáteis.



Na Idade Média, os oratórios eram fechados, as pinturas acinzentadas evocavam anjos que guardavam as portas e quando abertas revelavam a imagem evocada e a parte superior era ricamente ornada com pequenas esculturas. Havia também os portáteis que eram carregados pelos cruzados até Jerusalém para livra-los da morte.






Os oratórios como elementos arquitetônicos religiosos são espaços devocionais fixos ou móveis, tanto domésticos como conventuais. Os oratórios ficam no lar ou podem ser trasladados para outros lugares, esses disseminados pelos bandeirantes, devido à escassez de Padres durante as expedições ao interior do Brasil. Ao longo das Vilas fundadas, ficavam as imagens carregadas nos Oratórios, que serviam para as celebrações, ao longo dos anos com o crescimento dessas vilas, houve a necessidade de aumentar os locais de celebração, assim construindo capelas ou grandes Igrejas.



Os fixos eram incorporados às grossas paredes de Taipa de Pilão das “Casas Grandes” em fazendas. O doméstico tornou-se tradição nas regiões de mineração e as religiosas femininas criavam seus oratórios conventuais, confeccionados em pequenas caixas ornadas com estampas de santos.



No Brasil a tradição dos oratórios chega com os portugueses e sofrem diversas adaptações de acordo com a vida local, sendo presentes nas fazendas, senzalas e sobrados urbanos. Nas casas coloniais eles acabam por substituírem as capelas, e são introduzidos nas residências, colocados nas paredes ou sobre móveis para uso individual. Locais onde havia lacunas religiosas a população substituía e preenchia com os oratórios domésticos.



A disposição e o acréscimo das imagens nos oratórios evidenciam a religiosidade, com a função de substituir o local sagrado público pelo privado do lar, devido à impossibilidade da prática religiosa social. Entre outras questões de impossibilidades como a distância das fazendas até as cidades, inexistência de Igrejas e enfermidades.



Período da exposição: 25 de agosto a 30 de outubro de 2016



Horário: Terça-feira a sábado, das 9h às 17h



Tel.: 98425-1443 ou 3056-6285

Um comentário:

  1. Eu sou uma pessoa que oferece empréstimos a juros baixos para indivíduos, pequenas empresas, investimentos pessoais etc ... são empréstimos locais e internacionais para pessoas em todo o mundo. Contacte - me hoje e deixe-me saber a quantidade de dinheiro que você quer. Estou pronto para dar-lhe esse empréstimo em um prazo máximo agitou-se durante 48 horas ou 72 horas após a recepção do pedido. Contacte - me para obter informações sobre os termos de empréstimo. E-mail: sophiacarlot2@gmail.com

    ResponderExcluir